Todo e qualquer fato pode ser associado à geografia. Não é a toa que ela é a disciplina da atualidade.

Comentário preconceituoso de deputado…

Preta Gil responde comentário preconceituoso de deputado – Em:29/03/2011 11:38

O CQC desta segunda-feira, dia 28, exibiu o quadro “O Povo Quer Saber” com o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).

Ao responder perguntas de anônimos e famosos, o político revelou que sente saudades da época da ditadura e disse não correr o risco de ter um filho homossexual.

Ao ser questionado por Preta Gil sobre como reagiria caso um filho seu namorasse uma negra, ele intitulou a possibilidade de “promiscuidade”.

“Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco porque meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu”, disse o deputado.

Em resposta ao deputado, a cantora disse em seu Twitter: “Advogado acionado, sou uma mulher Negra, forte e irei até o fim. Racismo é crime! E ele assume que o é. Conto com o apoio de vocês e na realidade vamos agradecer ao CQC que nos deu a prova maior”.

Em seu blog, Marcelo Tas se manifesta contra o depoimento de Bolsonaro. “Ao contrário dele, eu repudio a ditadura e o preconceito de qualquer natureza. Inclusive o preconceito de alguns que acreditam que um programa de humor não deva tratar desse assunto”, disse o líder do CQC.

(FONTE:CQC Band)

Segue um trecho de Mino Carta:Três séculos de escravidão vincam até hoje os comportamentos da sociedade brasileira

“Escrevi certa vez que se Ronaldo, o Fenômeno, se postasse na calada da noite em certas esquinas de São Paulo ou do Rio, e de improviso passasse a Ronda, seria imediata e sumariamente carregado para o xilindró mais próximo. Digo, o mesmo Ronaldo que foi ídolo do Brasil canarinho quando adentrava ao gramado. Até Pelé, creio eu, nas mesmas circunstâncias enfrentaria maus bocados, embora se trate de “um negro de alma branca”.

Aí está: o protótipo do preto brasileiro, o modelo-padrão, está habilitado a representar e orgulhar o Brasil ao lidar com a redonda ou ao compor música (popular, esclareça-se logo), mas em um beco escuro­ será encarado como ameaça potencial. Muitos, dezenas de milhões, acreditam em uma lorota imposta pela retórica oficial: entre nós não há preconceito de raça e cor. Pero que lo hay, lo hay.(…)

A herança da trágica dicotomia, casa-grande e senzala, continua a determinar a situação do País, dolorosamente marcada pela desigualdade. Há quem pretenda que o preconceito à brasileira não é racial, é social, mas no nosso caso os qualificativos são sinônimos: o miserável nativo não é branco.

A escravidão vincou profundamente o caráter da sociedade. De um lado, os privilegiados e seus aspirantes, herdeiros da casa-grande, e os empenhados em chegar lá, e portanto ferozes e arrogantes em graus proporcionais. Do outro lado, a maioria, em boa parte herdeira da senzala, e portanto resignada e submissa. De um lado uma elite que cuidou dos seus interesses em lugar daqueles do País, embora o Brasil represente um patrimônio de valor inestimável, de certa forma único. Do outro, a maioria conformada, incapaz de reação porque, antes de mais nada, tolhida até hoje para a consciência da cidadania.(…)

Aqui rico não vai para a cadeia, superlotada por pobres e miseráveis. (…)

(FONTE: Carta Capital)

Anúncios

2 Respostas

  1. Vitória Lobo

    Acredito que o preconceito verdadeiramente nunca tenha acabado, um exemplo claro e lamentável disso foi no ocorrido do último amistoso do Brasil contra a Escócia, onde após o segundo gol de Neymar para o brasil a torcida escocesa lança uma banana para dentro dos gramados.E mais uma vez lá esta o preconceito contra a brilhante partida que o mesmo jovem demonstra no jogo; Suposta mente torcedores de primeiro mundo bem resolvidos e muito educados os ”bons” exemplos diante do mundo!

    31/03/2011 às 00:16

  2. É lamentável que ainda hoje, em 2011 existam pessoas que se preocupem tanto com esse tipo de bobagens: cor, opção sexual, time que torce, nacionalidade etc.. e em contrapartida deixem de prestar atenção em características tão significativas no ser humano: caráter, índole, ética, humanidade…entre muitas outras que andam faltando por aí. Infelizmente.
    Beijo Vi.

    31/03/2011 às 15:19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s