Todo e qualquer fato pode ser associado à geografia. Não é a toa que ela é a disciplina da atualidade.

Brasil é o quarto na lista de detentor de títulos da dívida norte-americana

Divulgado hoje no Yahoo notícias que, os Estados Unidos já se preparam para o calote.

O Departamento do Tesouro norte-americano divulgou nesta quinta-feira que elabora um plano para determinar quem terá prioridade para receber dinheiro público caso o Congresso não chegue a um acordo para elevar o teto da dívida até 2 de agosto.

O calote pode afetar de detentores de títulos a aposentados americanos, e trará ainda mais incertezas ao já conturbado cenário financeiro internacional.

Além disso, pode provocar perdas inclusive para o Brasil (com US$ 187 bilhões a receber), o quarto maior detentor de títulos da dívida dos EUA, atrás de China (US$ 1,15 trilhão), Japão (US$ 882,3 bilhões) e Reino Unido (US$ 272,1 bilhões), segundo cálculos do Citigroup

Assim, como na crise que teve início em 2008 e até hoje afeta os países europeus (vide os problemas na Grécia, Portugal e Espanha)parece que o Brasil tem cacife pra aguentar mais essa provação, pelo menos é o que diz o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Ele afirma que a economia brasileira está sólida para enfrentar maiores turbulências, que poderiam ocorrer no cenário global.“O Brasil é um dos países mais bem preparados para enfrentar esses problemas que se colocam no horizonte internacional”.

Ainda na discussão quanto ao pagamento  já se fala que os credores dos EUA terão prioridade para recebimento do dinheiro, em detrimento de aposentados e pensionistas. Assim como foi feito na Grécia ano passado o que gerou uma grande e violenta leva de protestos por parte dos gregos que ficaram descontentes com a pesada série de imposições elaboradas pelo governo para ‘tentar’ driblar a dívida.

No caso dos Estados Unidos, o site segue afirmando ainda que, “a medida evitaria que o país ficasse inadimplente em seus títulos de dívida. A decisão, no entanto, despertaria a ira em parte da população americana, o que pode levar a uma situação de instabilidade política capaz de provocar mais turbulência nos mercados.”

Não esquecendo também, que, ano que vem é ano de eleição nos EUA, portanto mais instabilidade e jogos de empurra-empurra por parte dos dois grupos oposicionistas.

(FONTE: Yahoo Notícias)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s