Todo e qualquer fato pode ser associado à geografia. Não é a toa que ela é a disciplina da atualidade.

Convergente ou divergente? Descubra.

Hoje pela manhã, cadastrando os alunos do Desafio Viagem do Conhecimento, que passaram para a segunda fase (regional), recebi um e-mail de nossa querida coordenadora Dayse (ICE),com a seguinte matéria:  Convergentes e divergentes: conheça os dois tipos de mentes do ser humano.

Achei interessante, portanto, repasso à vcs…

“Você acha que tem uma mente divergente ou convergente? Você é melhor em música? Ou em matemática? Você sabia que estimulando todas as áreas do cérebro pode ajudar a fabricar mais neurônios e ativar mais a mente?” (…) a psicóloga Carla Correa, esclareceu dúvidas sobre o tema.

Quem tem o lado esquerdo dominante é do tipo convergente. São aqueles que têm um maior senso de organização e preferem trabalhar em ambientes arrumados. Outra característica é que os convergentes não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo.

Se a pessoa é pontual e não tolera atrasos, tem o lado esquerdo a todo vapor. Os esquerdos também têm rotinas previsíveis e imutáveis. Quando você fala de alguém, convergente lembra do nome.

Já aqueles que têm a dominância do lado direito, os divergentes, têm a parte intuitiva e criativa bem aguçadas, São desorganizados, imprevisíveis, transgressores de regras. Jamais anotam compromissos na agenda. Quando você fala de alguém, o divergente lembra do rosto. (…)

“Quem tem a mente divergente, deve trabalhar uma atividade específica em um dia, e se atentar para os detalhes dela, com isso, a pessoa vai ativar o seu lado convergente”, destacou a psicóloga. Para quem tem a mente convergente, Carla ressaltou que o que deve ser feito para melhorar a outra área do cérebro, é mostrar para ele que existem outras alternativas para desenvolver atividades, não apenas as que você se acostumou.

“Todo mundo nasce com as duas partes funcionando de maneira idêntica, o que acontece, é que com o passar do tempo, por estímulo, por preferência, ou por educação, você acaba estimulando mais uma parte ou outra”, ressaltou a psicóloga.  (…)

A nova geração é muito mais divergente. “São pessoas que se detém muito menos aos detalhes. Tem uma pesquisa aonde um autor americano diz que, hoje, nas Universidades, os estudantes não conseguem ler um livro só por determinado tempo”, destacou Carla. “Por que hoje é tão difícil para os professores manterem a atenção dos alunos? Por que eles estão conectados. Eles nasceram conectados”, explicou.

A psicóloga também contou que somos educados para ler códigos. Isso nos permite identificar letras que são parecidas no meio das palavras, e lê-las de maneira correta.

Me lembrei daquela brincadeira que rola na internet, com várias letras trocadas, mas que mesmo assim conseguimos entender perfeitamente o texto.

Teste sua mente: Ao olhar as imagens pelo post, repare o seguinte, se após olhar por apenas 5 segundos,  você viu o todo, sua mente é DIVERGENTE, porém se você conseguiu, após 5 segundos, observar principalmente os detalhes, sua mente é CONVERGENTE.

Se quiser, acesse a matéria completa AQUI

(FONTE: Dayse Faro, G1 – Mais Você)


Anúncios

Uma resposta

  1. Lindo e magnifico.

    05/01/2012 às 20:00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s