Todo e qualquer fato pode ser associado à geografia. Não é a toa que ela é a disciplina da atualidade.

A tecnologia em favor dos maridos traídos…

Hoje cedo, após uma jornada tripla na Terça  (aula matutino, vespertino e Cejavest no Noturno), acordei para lançar o material utilizado ontem em sala, no blog, e me deparo com a notícia abaixo:

“Homem flagra esposa infiel através de aplicativo do iPhone 4S”

Olha só, ainda ontem discutimos essa temática.

A atual revolução tecnológica (praticamente já ultrapassamos a Terceira Revolução Industrial, ou Revolução Tecnocientífica) nos coloca uma grande gama de tecnologias à fente, ao nosso dispor, basta conseguir comprar.

Ontem citei, tanto no Cejavest, quanto no ICE, sobre a nova tecnologia japonesa nas chamadas ‘redes sociais’, uma tecnologia para celular, quando duas pessoas de mesmo perfil se aproximarem fisicamente em algum lugar específico, os celulares vibrarão. Ainda vira uma guerra entre as grandes empresas, uma querendo surpreender mais que a outra e assim conseguir mais ‘seguidores’.

Me lembro quando surgiu o Google Earth, e posteriormente o Google Street, onde era ainda possível ver os rostos de algumas pessoas, e muuuuitos maridos e esposas descobriram a infidelidade de seus parceiros somente pelas imagens clicadas pelo carro da Google. Foi uma avalanche de processos, que sempre comento em sala de aula.

Agora surge mais essa novidade: o Find My Friends, ou “encontre meus amigos”, ou ainda, “siga minha esposa infiel”. 🙂

Veja a notícia do Yahoo:

“O iPhone 4S mal chegou às lojas e já está envolvido em casos de adultério nos Estados Unidos.

Para o marido traído, a compra deve ter valido a pena. Segundo o Business Insider, o homem enganado pela companheira é um cidadão novaiorquino de 40 anos. Usando um estratagema simples e o app Find My Friends, confirmou as suspeitas de que sua mulher o traía.

O Find My Friends permite que os usuários encontrem seus amigos usando o localizador GPS presente nos smartphones. O marido desconfiado deu um iPhone 4S para a esposa de presente, sob a alegação de que era um lançamento e ele quis “fazer um chamego”.

Só que ele também comprou um para si e com seu próprio iPhone passou a rastrear os descaminhos da amada.

No dia do “flagra”, a esposa disse ao marido que ia ao cabelereiro, mas na verdade foi até o bairro Upper East Side, em Nova York. O marido, já desconfiando das constantes idas ao coiffeur – muitas vezes, a mulher voltava com o cabelo intocado -, confirmou as suspeitas usando o app.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. É provável que um processo de divórcio ocorra, mas não se sabe ainda se a mulher processará a Apple (ou o marido traído) por invasão de privacidade.”

Durma com um barulho desses!

(FONTE:YAHOO)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s